quinta-feira, 23 de junho de 2011

6

Picos de Crescimento

O que são picos de crescimento?
Picos ou surtos de crescimento são períodos em que o bebê aumenta a sua necessidade de ingestão de leite, ou seja, pede para mamar mais vezes e fica mais exigente e agitado. Devido ao seu desenvolvimento, ele vai precisar de mais alimento, e como o leite materno não aumenta automaticamente a sua produção, o bebê precisa mamar mais vezes para receber a quantidade de leite que precisa. 

Esta situação também pode acontecer quando ele aprende coisas novas, como aprender a virar-se, a gatinhar, a andar ou a falar, o leite materno também é alimento para o cérebro!


Quando é que os bebês têm picos de crescimento?
Os períodos mais comuns de picos de crescimentos são: os primeiros dias de vida do recém-nascido e por volta dos 7-10 dias, 2-3 semanas, 4-6 semanas, 3 meses, 4 meses, 6 meses e 9 meses.

Estas são fases que podem variar de bebê para bebê ou podem acontecer da mãe nem perceber isso, mas é bom ter uma ideia aproximada de que isto pode acontecer para compreender e atender melhor seu filho.Estes picos podem continuar a ocorrer após o primeiro ano, mas como a criança já come outros alimentos mais regularmente, não são tão fáceis de detectar.


Quanto tempo dura um pico de crescimento?
Normalmente duram 2-3 dias, mas podem durar mais. Para que estes picos sejam mais suaves e durem menos tempo, siga os conselhos apresentados abaixo.


O que fazer quando surge um pico de crescimento?
Deve oferecer-se o peito sempre que o bebê pede, em livre demanda. Nesta período o regime de livre demanda torna-se ainda mais importante pois o bebê precisa receber uma maior quantidade de leite, e como não o consegue obter todo de uma só vez, vai precisar mamar mais vezes! Quantas mais vezes mamar, maior será o estímulo e maior será a sua produção de leite. Só assim o seu corpo poderá adaptar-se às novas necessidades do bebê. 

Não é aconselhável suplementar, pois ao oferecer um suplemento, o bebê não vai estimular o peito tantas vezes e assim a produção não tem a oportunidade de aumentar e não irá acompanhar o crescimento do bebê. Nesta fase, a mãe que amamenta pode sentir mais fome e mais sede e deve satisfazer estas vontades, pois pode ser necessário para o aumento da produção! O contato pele a pele também pode ser uma ajuda, tanto para acalmar o bebê como para aumentar a produção de leite.

Caso seu filho passe as primeiras 6 semanas ou mais em uma constante surto de crescimento, tente se acalmar porque esse ritmo quase sempre começa a diminuir entre 6 e 8 semanas. Neste período você está construindo sua produção de leite e você e o bebê estão se acostumando um com o outro com os cuidados e os modos de satisfazer o conforto que o recém-nascido precisa. É comum se aparecer sentimentos de amor, magia, exaustão e estresse em toda família, mesmo que não seja o primeiro filho. 


LEMBRE-SE:
Cuidar de um bebê agitado pode ser muito estressante! Certifique-se de poder contar com pessoas que te apoiam e se possível afastar-se de estresse em outras áreas (por exemplo, minimizar o trabalho doméstico - isto pode esperar enquanto seu filho precisa da sua atenção). Reforce sua auto-estima e diga-se que você está fazendo um ótimo trabalho! Quando você (mãe, pai, vovós, titias, cuidadores) fica com seu bebê para tentar proporcionar conforto, você está começando a ensiná-lo que ele pode contar com você e que ele é muito amado.

Fonte: http://www.kellymom.com/bf/normal/growth-spurt.html    
                        
         

6 comentários:

  1. Que post bacana Aninha...por aqui estamos em pleno pico de desenvolvimento. Te confesso que ontem quase apelei pra mamadeira, o Elias mamou tanto que fiquei com os mamilos mega doloridos...a nossa sorte é que ele não pega de jeito nenhummmm mamadeira, daí é força na peruca e muito leite!!!

    Bjus

    ResponderExcluir
  2. Que legal esse post! o meu post de ontem e o seu de hoje se complementam!
    Eu realmente percebi esse aumento aqui esses dias, e realmente é quando ela está com 4 meses!!
    e eu dou todo o leitinho que ela pede na hora q ela pede =]
    beeijos

    ResponderExcluir
  3. Ana, e quando o bebe ñ mama no peito? as vezes axo q a Clarice quer mais leite, mas morro d medo d empanturrar ela, pq na mamadeira ela ñ regula como regula a quantidade no peito! tem como a gente saber? bjs

    ResponderExcluir
  4. Nossa Ana, meu marido precisava ler esse post, não é segredo pra ninguém que o Pedro é super agitado e exigente, as vezes eu não consigo fazer nada pois ele exige mamar quase que o tempo todo e eu ainda escuto gracinhas do tipo, ainda, ta deitada, não fez comida, entre outras eu fico louca da vida!!
    Eu percebo que quando ele ta nervoso ele mama muito mais e eu sinto uma fome louca parece que eu comeria um boi!!

    ResponderExcluir
  5. kkk Edna, eu também! aqui, comer brigadeiro na madrugada é comum pq com fome não durmo.
    bjsss

    ResponderExcluir