quarta-feira, 20 de julho de 2011

6

Atividade física no Pós-Parto


    Semana passada, eu escrevi aqui sobre atividade física na gestação e hoje vou continuar com o assunto, tirando dúvidas também, porém, em outra fase da mulher, num período um tanto quanto feliz, especial e cheio de transformações como na gravidez, o pós-parto.

    Já faz mais de 5 meses que meu filho nasceu eu não voltei à prática da atividade física regular, mas estou  ansiosa para organizar minha semana e retomar as atividades. No meu pós-parto eu me senti muito disposta poucas horas depois do parto e eu ainda não tinha encontrado uma diarista para trabalhar em casa alguns dias de semana. Conversei com obstetra sobre isso e ele ressaltou que o sucesso da recuperação pós-parto depende do quanto a mulher se cuida nestes primeiros meses para ter uma ótima recuperação do parto, para atender bem o seu filho e ter disposição para vivenciar tantas transformações e novidades ao mesmo tempo. Ele me liberou para atividades leves em casa, um pouco de caminhada, pediu para eu não fazer esforço, para não me abaixar (doía um pouco quando eu esquecia e acabava abaixando) e descansar sempre que puder. Então, no primeiro e no segundo mês, enquanto Erik dormia durante o dia, eu tentava colocar a casa ordem, fazia almoço, compras e evitava abaixar, só que eu esquecia deste detalhe, abaixava e sentia um pouco de dor (alguns segundos apenas). Passei a me policiar mais. E conforme as semanas foram passando, passei a passear mais com o Erik no carrinho, em praças, até hoje: faço minhas caminhadas, meu alongamento e fico junto do meu filho.

   É importante ressaltar que muitas das mudanças fisiológicas e morfológicas da gestação persistem por quatro a seis semanas após o parto, variando de pessoa para pessoa e isso deve ser levado em conta durante a prescrição da atividade física. As informações deste post são baseadas em pesquisas científicas e nas Diretrizes do Colégio Americano de Obstetras e Ginecologistas para o exercício durante a gravidez eo período pós-parto.

1. Quais os benefícios do exercício físico no pós-parto?
Os principais benefícios são a manutenção da aptidão física e da saúde, controle do peso e recuperação pós-parto mais rápida. O retorno à atividade física após a gravidez tem sido associado com diminuição da depressão pós-parto, mas apenas se o exercício aliviar o stress e não o provocar. Então, reflita sobre suas prioridades, o tempo disponível que você tem, quem será o responsável pelo seu filho enquanto você estiver ocupada, reserve tempo suficiente de descanso e alimentação, entre outras tarefas essenciais no cotidiano.


2. Quando é recomendado voltar ou iniciar a prática de atividade física depois do parto?
A rotina de exercício pode ser retomada gradualmente e após a gravidez deve ser individualizada. Atividade física pode assim ser reiniciada logo que fisicamente e clinicamente a mulher tiver aprovação do obstetra. Isso certamente vai variar de uma mulher para outra, com algumas sendo capaz de se engajar em exercícios físicos em poucos dias depois do parto.


3. Estou me sentindo bem logo após o parto. Posso voltar a praticar atividades físicas ou preciso esperar 30 a 40 dias? Se eu voltar, isso trará problemas?
Não existem estudos publicados indicando que na ausência de complicações médicas, a retomada rápida das atividades irá resultar em efeitos adversos ou problemas. Sem dúvida, após o parto, a retomada das atividades deve ser gradual. Nenhuma complicação conhecida na mãe está associada a retomada do treinamento. A redução moderada de peso durante a amamentação é segura e não compromete o ganho de peso do recém-nascido. A falta de ganho de peso do bebê está associado com a diminuição da produção de leite, e pode estar comprometida pela pouca ingestão de líquidos e de nutrientes. Um treinamento equilibrado gera resultados sem afetar o peso do bebê.

4. Amamento meu filho antes ou depois do exercício físico?
Mulheres que amamentam deve considerar a alimentação de seus bebês antes do exercício, a fim de evitar o desconforto dos seios ingurgitados. Além disso, antes do exercício evita os problemas potenciais associados com aumento da acidez do leite devido ao acúmulo de ácido láctico.

Referências bibliográficas:
R ArtalM O'Toole. Guidelines of the American College of Obstetricians and Gynecologists for exercise during pregnancy and the postpartum period. Br J Sports Med, 2003, v. 37, p. 6-12. Disponível em:http://bjsportmed.com/content/37/1/6.extract. Acesso em: 11 jul 2011

6 comentários:

  1. Obrigada pela sua amizade... Parabéns Pelo Dia do Amigo!!!
    Beijinho e tenha uma boa noite.

    ResponderExcluir
  2. Que legall.... nossa... admiro quem consegue voltar e se organizar pra fazer as atividades físicas de antes da gravidez!!
    Boa sorte e continua assim...

    Beijos

    Karin
    www.mamaeecia.com.br

    ResponderExcluir
  3. Excelente Ana!
    Eu já tratei de me organizar e comecei a malhar, difícil mas tenho que correr atrás do prejuízo antes que passe tempo demais...rs
    Beeijos

    ResponderExcluir
  4. Muito interessante...
    minha meta a curto prazo é voltar a fazer algum exercício. Minha maior motivação é me preparar para uma futura gravidez!
    Conto sempre com este blog pra esclarecer minhas dúvidas, adoooooro todas as matérias...
    http://olhardepsicologa.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Vou começar a correr atras do prejuízo ... Dia 1 de agosto volto a minha rotina e quero emagrecer 15 kilos.... Vamos q vamos!!!

    ResponderExcluir